Museu Judaico do Porto recebe jovens para lembrar a memória das vítimas da Inquisição

O Museu Judaico do Porto celebra, esta sexta-feira, 31 de março, o Dia Nacional da Memória das Vítimas da Inquisição.

Mais de 500 adolescentes de escolas do Porto, Lisboa, Esposende e Armamar visitarão o Museu, numa data que coincide com a extinção oficial da Inquisição em Portugal no ano de 1821.

O Museu contempla ecrãs com cenas do filme "1618", o mais premiado de sempre em Portugal, que conta a história de uma Visitação Inquisitorial à cidade do Porto que logrou prender mais de uma centena de cristãos-novos e forçar à imigração o resto da comunidade.

De acordo com o Presidente da Comunidade Judaica do Porto, Gabriel Senderowicz, "explicaremos aos adolescentes que nunca a História mundial registou uma perseguição tão longa e sistemática por uma causa tão inocente. As denúncias anónimas da escória da sociedade tiveram o seu apogeu nessa época e ainda hoje são usadas para destruir as comunidades judaicas".

A Inquisição esteve ativa em Portugal quase três séculos, entre 1536 e 1821.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Contrato para garantir 550 refeições diárias à população carenciada discutido pelo Executivo
29/05/2024
O clube de vinho do Porto mais “rebelde” da Invicta está de regresso
29/05/2024
17 detidos por tráfico de estupefacientes no Porto
29/05/2024
Município apoia novos cursos de software
29/05/2024
Companhia Nacional de Bailado está de regresso ao Rivoli
29/05/2024
RallySpirit está de regresso com carros lendários em competição
29/05/2024
Hóquei em patins: Bilhetes à venda para os jogos 1 e 3 frente ao Sporting
29/05/2024
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Contrato para garantir 550 refeições diárias à população carenciada discutido pelo Executivo
29/05/2024
O clube de vinho do Porto mais “rebelde” da Invicta está de regresso
29/05/2024