TAP: Medina e Galamba cometeram ato ilegal?

Gestora da TAP acusa Medina e Galamba de ato ilegal. CEO da transportadora aérea diz que ministros das Finanças e Infraestruturas não têm competência para a despedir.

No último dia do mês de março, o pacote para a Habitação é destaque na imprensa nacional, com a maior parte dos jornais a focar-se nas medidas ontem apresentadas pelo primeiro-ministro, António Costa. No entanto, há outros temas que também ganham ênfase.

Christine Ourmières-Widener acusa Fernando Medina e João Galamba, ministros das Finanças e das Infraestruturas, de terem praticado um ato ilegal na conferência de imprensa em que anunciaram o seu despedimento de presidente executiva da TAP.

Na resposta ao projeto da sua demissão de CEO da TAP, enviado pela Direção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF), a gestora francesa diz que foi o Governo, através do Ministério das Infraestruturas, que fixou em 500 mil euros o valor final da indemnização a pagar pela TAP a Alexandra Reis, ex-administradora da TAP e ex-secretária de Estado do Tesouro.

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Contrato para garantir 550 refeições diárias à população carenciada discutido pelo Executivo
29/05/2024
O clube de vinho do Porto mais “rebelde” da Invicta está de regresso
29/05/2024
17 detidos por tráfico de estupefacientes no Porto
29/05/2024
Município apoia novos cursos de software
29/05/2024
Companhia Nacional de Bailado está de regresso ao Rivoli
29/05/2024
RallySpirit está de regresso com carros lendários em competição
29/05/2024
Hóquei em patins: Bilhetes à venda para os jogos 1 e 3 frente ao Sporting
29/05/2024
Porto vai instalar dois ecrãs gigantes para os jogos do Euro 2024
28/05/2024
Contrato para garantir 550 refeições diárias à população carenciada discutido pelo Executivo
29/05/2024
O clube de vinho do Porto mais “rebelde” da Invicta está de regresso
29/05/2024